Seja bem-vindo à Lemaqui!


Desafios para as empresas e os profissionais de logística

Desafios para as empresas e os profissionais de logística: uma reflexão sobre as tecnologias e inovações que estão provocando mudanças nas cadeias de suprimentos.

O objetivo deste texto é levantar alguns elementos que são parte dos desafios das empresas e dos profissionais de logística nos próximos anos. Estamos em meio a um cenário de muitas modificações no ambiente de negócios.

 

Os avanços das tecnologias devem ser acompanhados por pessoas e processos, adequados e alinhados com as definições estratégicas das empresas. Consumidores mais exigentes, mobilidade e novas tecnologias fazem parte de um ambiente que deverá forçar as organizações no sentido da adaptação e da identificação das alternativas para uma competição nova e com situações que ainda não são totalmente conhecidas. Como as pessoas, muitas organizações tem dificuldades em tratar o novo e enfrentar zonas de risco.

O poder dos dados e informações, a ligação do mundo físico com o digital, são parte destes novos cenários. Iniciando com este texto, eu vou iniciar uma série de publicações para compartilhar com os leitores ideias e preocupações.

Para tentar organizar os diversos elementos e contribuir para um entendimento da nova geração nas cadeias de suprimentos, considerei necessário apoiar os argumentos em informações obtidas de pesquisas no setor. 

 

 

Em abril de 2018, a MHI, uma associação internacional que tem representado a indústria de movimentação e armazenagem de materiais e de logística desde 1945, divulgou seu relatório

 anual (Annual Industry Report). Acompanhei a apresentação do relatório na Modex 2018, que é uma importante feira e congresso de logística. 

O evento, realizado em Atlanta , nos Estados Unidos, reuniu diversos expositores e profissionais da área. O relatório aponta diversas tecnologias com potencial para gerar fortes mudanças ou criar vantagem competitiva. Podemos destacar as seguintes tecnologias: 

- automação e utilização de robôs, com o desenvolvimento de máquinas controladas por computadores para realizar uma série de tarefas tradicionalmente realizadas por humanos.

- predictive analytics, com a obtenção de informações através de dados disponíveis, para determinar ações e tendências.

- Internet of things (IoT)/Sensores, com a utilização da internet na conexão de sensores e computadores, presentes em uma grande variedade de objetos e capaz de enviar e receber dados em tempo real.

- Inteligência artificial, como uma tecnologia que proporciona condições para o aprendizado sobre solução de problemas e realização de tarefas que usualmente necessitam da inteligência humana, como tomada de decisão, percepção visual e outras.

- veículos autônomos e drones, com equipamentos guiados por computadores e que podem ser operados sem o controle humano, tanto em terra como no ar.

Nas proximas postagen iremos avançar para análises dos diversos itens citados acima e de suas ligações com a realidade das nossas empresas.

 

Augusto Aiquel Vaz Costa
TCR Consultoria em Logística Empresarial
Telefone / 
WhatsApp: +55 51 98149-9374
augusto.tcr@weblogistic.com.br
augusto.aiquel@gmail.com
augusto_aiquel@hotmail.com
www.weblogistic.com.br

 




Fique por dentro das novidades