Seja bem-vindo à Lemaqui!


Equipamento de proteção individual: Saiba a importância e como aplicar na sua indústria

 

Se você possui ou trabalha em uma indústria, com toda certeza já ouviu falar sobre o EPI (Equipamento de proteção individual), mas você conhece os benefícios e a importância que esses equipamentos podem trazer para sua empresa?  

O EPI é responsável por proteger a saúde e a vida dos colaboradores que trabalham com materiais de risco, como lixo, pregos, madeira, objetos cortantes e assim por diante. O equipamento de proteção individual é indispensável para a saúde humana. 

E engana-se quem pensa que o EPI é um bicho de sete cabeças, na verdade, esse tipo de equipamento é facilmente encontrado. Além disso, o equipamento de proteção individual conta com uma vida útil longa. Vamos conhecer um pouco mais:

A importância do equipamento de proteção individual 

Não importa o quão cuidadoso você seja com sua indústria, ela ainda está sujeita a acidentes de trabalhos (Todas as empresas estão), mas isso não quer dizer que você não possa amenizar esses acidentes.

É aí que o equipamento de individual entra! O equipamento tem o objetivo de proteger os trabalhadores de possíveis acidentes e doenças causadas no trabalho. Apesar de ser um equipamento tão útil e de fácil acesso, muitas indústrias pecam nisso.

Segundo dados levantados pelo Observatório Digital de Segurança e Saúde do Trabalho, o Brasil é o quarto país com mais acidentes de trabalhos no mundo, chegando a contabilizar um óbito por acidente a cada 3 horas e 40 minutos. Preocupante não é mesmo? 

Por isso, não importa se sua indústria fabrica objetos pequenos, como tampas, ou se é uma fabricante de tendas para eventos, ambas precisam implementar os EPIs na produção. 

Os tipos de equipamento de proteção individual 

Engana-se quem pensa que o EPI se restringe apenas a luvas, botas e capacetes. Dependendo do trabalho realizado, muitos outros equipamentos de proteção individual são necessários, por isso reunimos oito EPIs que sua indústria precisa adotar:  

 

 

EPI para cabeça - Capacetes contra impacto;
EPI auditivo - Protetores auriculares e abafadores de ruídos;
EPI visual - Óculos de segurança e viseira; 
EPI respiratório - Respiradores, máscaras e filtros;
EPI membros superiores- Luvas e mangotes;
EPI do tronco- Capas e jaquetas;
EPI membros inferiores - Botinas, botas e calçados impermeáveis;
EPI contra queda - Correias de segurança e cinta. 

 

 

A responsabilidade do equipamento de proteção individual 

Como dito anteriormente, o EPI tem a missão de prevenir possíveis acidentes e doenças. Por isso, a NR 6 (Norma Regulamentadora 6) exige que as empresas forneçam gratuitamente os equipamentos a todos que estão trabalhando em zona de risco.  

É obrigação da empresa oferecer o equipamento de proteção individual em pleno funcionamento e conservação, seguindo todas as normas exigidas pela SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho). 

A empresa também precisa exigir que todos os colaboradores usem o EPI. É de suma importância colocar placas de sinalização, informando o uso obrigatório do equipamento durante o período de trabalho. 

Segurança sempre em primeiro lugar

O equipamento de proteção individual só apresenta vantagens tanto para a empresa quanto para os colaboradores, pois com simples equipamentos evitam acidentes graves que poderiam prejudicar a vida do trabalhador. 

Agora que você já conhece os equipamentos, sua importância e obrigatoriedade, chegou a hora de colocar a mão na massa.

 




Produtos Relacionados



Fique por dentro das novidades